Home » » "Estou profundamente decepcionado com a decisão da FIDE"

"Estou profundamente decepcionado com a decisão da FIDE"

Postado Por Paulo Henrique de Faria em 7 de maio de 2013 | 10:35

A FIDE definiu o local para o Campeonato Mundial de 2013 na cidade sul indiana de Chennai. E com isso abre-se uma séria discussão, que levou a protesto pela Federação de Xadrez da Noruega. Houve especulações de que o desafiante Magnus Carlsen poderia até mesmo não disputar o match, mas ele já confirmou que ele vai jogar – mesmo que sob protesto. Enquanto isso, o canal de notícias VG Nett nos diz o que o espera em Chennai.


Declaração de Magnus Carlsen
Após a qualificação para o Campeonato Mundial ao vencer o London Candidates fiquei altamente motivado e ansioso para o match do World Championship contra o campeão V. Anand. Estou profundamente decepcionado e surpreso com a decisão da FIDE por assinar um contrato para o jogo de 2013 sem passar pelo processo de licitação descrito no regulamento WC, e por não escolher um campo neutro. A oferta da cidade de Paris mostrou claramente que seria possível ter mais opções para escolher. A falta de transparência, de previsibilidade e de equidade é lamentável para o xadrez como esporte e para os jogadores.


Minha equipe e eu começaremos agora a preparação para o match. A principal coisa agora será chegar a um acordo com a FIDE e federação indiana sobre os termos e condições antes e durante as partidas. Eu realmente espero que este processo seja executado rapidamente e sem problemas.
Por fim, eu não vou deixar as notícias diminuírem a alegria e a emoção de jogar o fortíssimo torneio de xadrez da Noruega a partir de amanhã.

Carlsen precisa ir para a Índia para o Campeonato Mundial, diz o título do artigo em VG Nett (clique para ler - em norueguês).



O que espera Carlsen durante o campeonato mundial de xadrez na Índia?

Calor, multidões, comida picante e muito barulho é o que Magnus Carlsen (22) terá na bagagem, quando viajar para a Índia para jogar o match do Campeonato Mundial contra Vishy Anand (43), em novembro. A Índia é colorida. Há barracas nas ruas, mendigos e muita atenção será dada a ele como um estrangeiro. Haverá ruído e cor. Tudo muito intenso, segundo a especialista indiana e professora associada da Universidade de Oslo e Akershus, Anne Kristine Waldrop, disse ao VG.
O artigo ainda cita os possíveis problemas com a alimentação que Carlsen pode enfrentar, bem como mudanças de temperatura em novembro e que seria necessário ele passar um período de adaptação na India antes do match e se possível tratar do estômago com medicação apropriada para enfrentar o período de estadia. Mas que Carlsen e equipe podem com certeza escolher boas opções de hotéis e isolar-se quase 100% desses problemas externos ao jogo.
O fato é, vencer na casa do adversário será um novo grande desafio que o grande Carlsen pode sair vitorioso e que abrilhantará ainda mais sua carreira no xadrez. 

O que fica de pergunta é, a FIDE pretende o quê ao fazer um match na casa de Anand sabendo que o xadrez e a figura de Anand hoje são tidos como os ícones do país em termos de esporte? 
Divulgação ainda maior da modalidade ou uma espécie de sabotagem ao match? Ambos? Pensem vocês leitores no que acham mais próximo da realidade.


Fonte:



like xadrez

Post produzido pela equipe Xadrez Batatais e protegido por direitos autorais. Imagens e informações obtidas a partir das fontes acima citadas. Plágio é crime. Se deseja reproduzir essa postagem em seu blog/site, por favor entre em contato antes através do e-mail contato@xadrezbatatais.com

Compartilhe este artigo :

+ comentários + 1 comentários

7 de maio de 2013 15:08

Não é a 1ª e não será a última vez que a FIDE, na figura de seu presidente Kirsan Ilyumzhinov, prejudica importantes competições, com decisões corrompidas. Lembra do Mundial na Libia com várias desistências [boicote]. Uma entidade que busca e encontra apoio de um VERME como Kadaffi, obviamente, é tão suja quanto ele.
Na minha modesta opinião, se Anand tivesse o mínimo de vergonha na cara, jamais aceitaria isso.

Postar um comentário