Home » » V Grand Slam Brasil: 4º rodada

V Grand Slam Brasil: 4º rodada

Postado Por Vanessa Benko em 29 de setembro de 2012 | 09:48

Ao vencer o espanhol Francisco Vallejo na quarta rodada, o jovem italiano Fabiano Caruana (foto) continuou na liderança na primeira etapa do Grand Slam 2012, que acontece desde segunda-feira em São Paulo.

A combinação deste resultado com o restante das partidas terminando em empate, deixa  o número 1 do ranking  Magnus Carlsen, e o campeão olímpico  Aronian, ainda no rastro do italiano, que lidera com 4 pontos de diferença.

Assim, os resultados das partidas ficaram da seguinte maneira:


E a classificação, de acordo com a regra de Bilbao, fica da seguinte maneira:

Fabiano Caruana foi definido pelo prestigiado comentarista Leontxo Garcia nos seguintes termos: "É o melhor sub 20 no mundo e está protagonizando uma ascensão brilhante à elite regular desde que tinha 14 anos. Caruana mostra uma grande compreensão posicional; é um jogador muito completo este jovem tão espetacular e ficou entre os dez melhores do mundo. Em São Paulo e Bilbao está enfrentando o seu grande batismo de fogo".

Agora vejas as análise publicadas no Site Oficial e no ChessBase, traduzidas e editadas:

Nesta terceira rodada, a última vítima de Caruana em sua série vitoriosa (até agora totalizando três vitórias e um empate) foi o campeão espanhol Paco Vallejo. Caruana escolheu uma abertura incomum em seu repertório, a fim de surpreender seu adversário. Vallejo, temendo cair no preparo de seu rival, evitou responder como sempre se faz nestas aberturas francesas. No meio-jogo chegou-se a um ponto crítico quando o italiano forçou o espanhol a aceitar uma vantagem material em troca de dois peões sofrendo um ataque intenso ou optar por uma continuação mais tranquila, mas na qual Vallejo também teria sérias dificuldades. Depois de longa reflexão, o campeão espanhol optou pela primeira opção e, em uma situação muito difícil, não tendo encontrado as respostas certas no ataque, perdeu

No jogo entre os dois primeiros classificados no ranking mundial, a mais longa do dia, depois de uma abertura equilibrada, na qual nenhum ganhou vantagem, Carlsen cometeu, no meio-jogo, um erro muito grave na jogada 12, que teria permitido uma vitória de Aronian em cinco jogadas. No entanto, o campeão olímpico não viu a chance que lhe garantiria a vitória e permitiu que o norueguês corrigisse seu erro com uma série de simplificações. No meio-jogo, Aronian recuperou algum benefício, o qual não foi suficiente para prevalecer e trouxe então o empate.

Já na partida entre o campeão mundial Anand e o mais novo mestre da história, Karjakin, houve uma abertura calma e um meio jogo sem muita luta entre os dois jogadores, o que resultou em um empate por repetição de movimentos.



  like xadrez

Compartilhe este artigo :

Postar um comentário