Home » » V Grand Slam Brasil: 5° rodada

V Grand Slam Brasil: 5° rodada

Postado Por Vanessa Benko em 1 de outubro de 2012 | 11:00

O italiano Fabiano Caruana, com 11 pontos, começará o segundo turno, em Bilbao - em 8 de outubro, com cinco pontos à frente de Aronian e 6 sobre Carlsen. Quebrando apostas e previsões, o italiano consolidou neste sábado a sua liderança na primeira etapa do Grand Slam, após a realização de cinco rodadas.


A confirmação de Caruana como o principal favorito para vencer o Grand Slam foi consolidada no último jogo contra o seu rival mais próximo na classificação, o campeão olímpico e número 2 do ranking mundial, Levon Aronian. A partida terminou em um empate. Resultados idênticos foram nas outras duas partidas do dia, entre o campeão mundial Viswanathan Anand e o número 1 do ranking mundial, Magnus Carlsen, e entre Paco Vallejo e o russo Sergei Karjakin.

Assim, os resultados da primeira etapa do V Grand Slam, realizada em São Paulo, ficaram da seguinte maneira:

E a classificação, de acordo com a regra de Bilbao, fica da seguinte maneira:

Agora vejas as análise publicadas no Site Oficial e no ChessBase, traduzidas e editadas:

O jogo entre Caruana e Aronian foi condicionada pela necessidade da vitória armênio com peças brancas diante de seu principal rival na classificação. Teve, portanto, uma sempre agressiva e técnica abertura inglesa e Aronian tentou jogar para obter vantagem desde o início. O italiano não intimidou e preferiu linhas mais agressivas de defesa.

Nesta luta, Caruana avaliou mal a posição e num excesso de confiança, enquanto tentava lutar para a iniciativa, e cometeu um erro grave, tornando óbvia a inferioridade. No entanto, Levon Aronian jogou pouco do seu talento habitual e, apesar de tentar ganhar até os 14 segundos no relógio, teve que aceitar o empate.

O duelo entre o número 1 do ranking Carlsen e campeão mundial Anand, também resultou em um empate. Como nas quatro partidas anteriores, o campeão indiano levantou uma abertura sólida e tentou conduzir o jogo para um empate rápido. No entanto, esta abordagem não funcionou em Carlsen, que conseguiu uma ligeira vantagem. No entanto, claramente não era o suficiente para a vitória, diante da precisão de jogo de Anand. Curiosamente, a partida foi jogado até o final, com apenas os dois reis como únicas peças restantes  no tabuleiro, uma circunstância muito rara entre jogadores de elite.

No duelo que se enfrentaram os dois últimos classificados do torneio, o espanhol Francisco Vallejo e o russo Sergey Karjakin, as peças pretas movido por este buscaram desde o início o empate através da abertura berlinesa. Vallejo rejeitou esta abordagem e propôs um jogo mais ativo, tentando manter todas as peças possíveis no tabuleiro. No entanto, graças à sua habilidade, Karjakin conseguiu trocar uma série de peças, o que conduziu à um jogo mais tranquilio. O momento crítico da partida ocorreu quando o jogo agressivo de Karjakin resultou no ganho de troca de um peão em troca, oferecendo um jogo mais ativo. "Então", disse Vallejo, "Eu percebi que eu deveria jogar pelo empate, por causa de uma série de imprecisões que cometi, que me levaram à beira da derrota. No entanto, eu recuperei a precisão e, apesar de meus problemas com o tempo, consegui empatar".



  like xadrez

Compartilhe este artigo :

Postar um comentário