Home » » V Grand Slam Brasil: 3° rodada

V Grand Slam Brasil: 3° rodada

Postado Por Vanessa Benko em 27 de setembro de 2012 | 10:27

Fabiano Caruana, a surpresa do início do V Grand Slam em São Paulo, perdeu ontem a chance de terminar como líder no primeiro turno, ao desperdiçar sua vantagem diante do campeão do mundo Viswanathan Anand, e terminando o jogo com um empate. Caso tivesse ganho, teria aumentado a sua diferença do resto dos competidores. Também terminaram em empate os combates entre Aronian e Carlsen e Vallejo e Karjakin (foto), este último que marcou seu primeiro ponto no torneio.

Confira como ficaram os resultados:

E a tabela de pontuação ficou da seguinte forma, de acordo com a regra de Bilbao:


Agora vejas as análise publicadas no Site Oficial e no ChessBase, traduzidas e editadas:

Entre os encontros atrativos que este torneio proporciona havia um que era aguardado com inusitado interesse pelos especialistas: o emparceiramento entre  Viswanathan Anand e Fabiano Caruana; o  italiano é o mais jovem e o melhor jogador sub20 do mundo, o indiano é o mais veterano dos participantes e atual campeão absoluto do mundo.

O que parecia terminar com mais uma vitória, a terceira, do gênio italiano, para conseguir na abertura um peão de vantagem em uma "siciliana marocozy" Caruana foi surpreendido por uma lição de pragmatismo do campeão mundial, que simplificou de maneira genial o meio jogo. A vantagem obtida pelo italiano acabou se mostrando completamente inútil para ganhar o jogo.

"Foi realmente um dia de empates, mas alguns jogos foram com muita luta", disse a GM e comentarista Susan Polgar. "E Caruana perdeu uma grande oportunidade contra Anand ao desperdiçar a vantagem de dois peões"

O duelo Aronian-Vallejo, o campeão espanhol conquistou uma clara vantagem de abertura e parecia se encaminhar para sua primeira vitoria no torneio. As imprecisões cometidas pelo bi-campeão olímpico armênio também só aumentaram as vantagens de Vallejo. No entanto, Vallejo decidiu não entrar no final e, em um excesso de respeito pela qualidade de seu rival, deu a vantagem para Aronian introduzir uma linha que lhe permitiu manter facilmente o empate e, portanto, seu segundo ponto na classificação. "da maneira que estava as coisas, estou satisfeito por ter alcançado o empate", disse Vallejo.

No terceiro jogo, com Carlsen e Karjakin, o russo obteve sua primeira posição promissora no torneio, para depois desperdiçar a vantagem na metade do jogo levemente desacertado, que o condenou a jogar com inferioridade no final. Nesta última etapa, o número 1 do mundo, Carlsen, estava a ponto de repetir o erro fatal do primeiro dia, e por um excesso de ambição, deixou claras opções de vitória ao seu rival, que só não pode aproveitar por causa do tempo escasso. Em suma, um empate justo em uma batalha que qualquer um dos dois poderia ter ganhado.

Falta apenas mais dois dias de disputa no Brasil, visto que quinta (27) é o dia de descanso. Assim, parece que o torneio, um dos mais prestigiados no mundo e no qual competem cinco dos oito melhores jogadores da atualidade, será decidido na segunda e última etapa em Bilbao, entre 8 e 13 de Outubro.
 

like xadrez

Compartilhe este artigo :

Postar um comentário