Home » » Jogos Regionais 2012- Bebedouro/SP

Jogos Regionais 2012- Bebedouro/SP

Postado Por Paulo Henrique de Faria em 20 de julho de 2012 | 12:07


O Jogos Regionais de 2012 foi marcante para nossa modalidade, não somente pelos resultados em si, mas pelo grupo formado e a fibra da garotada. O Xadrez Feminino (atletas: Adriana T. Bonvini, Ana Flávia Sousa Silva, Jaqueline Gimni, Larissa A. de Lima, Kaiene Cappato e Marina C. Ribeiro) alcançou o Segundo lugar na competição atrás apenas da cidade de Araraquara (Campeã de 2012) e com isso a vaga para os Jogos Abertos do Interior que há muito se conquista. Elas vem em uma boa toada, pois de 2009 a 2011 foram as campeãs dos Jogos Regionais e esse ano alcançam também boa colocação com um time que tem idade média de 16,5 anos.

Já o Xadrez Masculino (atletas: Daniel Rangel, Felipe S. Takata, Fernando Ventura de Oliveira, Kauan L.Cappato, Leonardo D. Gardim, Lucas José S. Silva, Matheus Nunes Duas e Thiago A. de Lima) ficou na quarta colocação. Foi mesmo uma infelicidade tal resultado; o grupo tinha entre os jogadores uma média de idade de 16 anos, grupo novo pela categoria sub-21. Éramos um time forte, os garotos jogaram bem, mas com azar em alguns resultados, falta de experiência na hora de finalizar, ter calma em posições melhores, e por ter havido um investimento maior de cidades como Altinópolis (Campeã da categoria em 2012), Sertãozinho (Segunda colocada) e Araraquara (Terceira colocada). 

Da esquerda para a direita: Sérgio Silva, Felipe S. Takata, Leonardo D. Gardim, Thiago A. de Lima, Lucas Silva, eu Paulo H. Faria (auxiliar técnico), Fernando Ventura, Matheus Dias, Jaqueline Gimni, Adriana T. Bonvini, Marina C. Ribeiro, Kaiene Cappato, Ana Flávia S.Silva e na pose o engraçado Daniel Rangel e o patrocínio da DVM Turismo nas camisetas








O investimento que estava dentro de nossas condições fazer para dar ao time um melhor nível de competitividade foi ínfimo comparado a outros anos. Nesse ano de 2012 o Jogos Regionais voltou a ter um caráter bastante profissional na maioria das modalidades e se quisermos nos manter entre as campeãs devemos obter maior ajuda da Prefeitura para voltarmos a investir em atletas e preparação dos mesmos pelo período do ano todo. E que seja repassada as verbas para nossos projetos dentro dos prazos e na medida necessária assim como aconteceu esse ano em inúmeras cidades que foram medalhistas, mesmo em ano político. Essa é a receita para voltarmos a ser o maior pódio nas duas modalidades.

Ao fazer um resumo do Jogos Regionais de 2012 noto que o grupo de atletas em ambas as categorias deu muito de si e fizeram o melhor que podiam pela nossa cidade. E o melhor de tudo, se cobraram que queriam melhor resultado e ganharam foco para trabalhar pelo próximo ano. Em vista de tudo que vimos em termos de investimento de outras cidades obtivemos grandioso resultados para o xadrez, que continua pontuando muito para a cidade de Batatais no Jogos Regionais.


Reitero aqui, que gostaria de preservar todo o grupo, que quero continuar a vê-los crescer individualmente e por equipe. E por favor, que aprendam do exemplo do Takata, em relação a força de vontade e companheirismo, que mesmo doente não abandonou o grupo.

A respeito de outras equipes, vimos Matão com seu belo time, com seu Mário Biava na mesa 1 e jogando xadrez de alto nível, pudemos ver o MI Alexandru Segal, com seus inúmeros e experientes cabelos brancos representando a cidade de Guaíra, a minha equipe por Barrinha com nossos dois MIs, Lucas Liascovich e o grande e divertido Roberto Molina, que joga comigo novamente depois de 8 anos, com meu companheiro de trabalho Sérgio Silva, Renan Brandão, Evandro Brandão, Cléber Alex e Emanuel Valentim  e direção de Maria Brandão e Teresinha, dupla dinâmica que se desdobra para a modalidade na cidade, que conquista o título da Segunda divisão e a vaga para os Jogos Abertos.
Vimos novamente Ribeirão Preto com o grande Gabriel Name, nossos amigos MFs, Álvaro Aranha e Luismar Brito e o MI Nahuel Dias que demonstra novamente a grande qualidade da equipe ao conquistas mais um ouro na primeira divisão.

E também um marco para o xadrez em âmbito nacional, foi poder ver a cidade de Santo Antônio da Alegria, com equipe formada por cegos e deficientes visuais conquistando a medalha de prata da Categoria Livre Segunda Divisão com: Crisolon Terto Vilas Boas, Nelson Camilo Castelo Branco, Claudinei Nascimento e Rodrigo de Sousa Silva.


A cobertura dos resultados em geral pela empresa contratada foi péssima ao extremo e isso causou complicação para atualizarmos todos os resultados.


Gostaria de deixar um agradecimento aqui aos pais que confiaram novamente seus filhos a nosso trabalho, a equipe de ajuda da Prefeitura no evento na figura do Borelli, Ione, Henrique e Júlio, do time dos Motoristas Antônio, Fabrício, Leandro e de todos aqueles que ajudaram o grupo a terem infra estrutura e segurança para ficarem alojados. Obrigado a todos!


Acompanhem todas as imagens de todas as equipes em nossa página no Facebook e aproveite para curtir nossa fã page.







©Conteúdo protegido por direitos autorais. Texto produzido pela equipe Xadrez Batatais.  Todos os direitos reservados. Plágio é crime. Se deseja reproduzir essa postagem em seu blog/site, por favor entre em contato antes através do e-mail contato@xadrezbatatais.com

Compartilhe este artigo :

Postar um comentário