Home » , , » Kramnik: a promessa que virou realidade!

Kramnik: a promessa que virou realidade!

Postado Por Paulo Henrique de Faria em 10 de janeiro de 2012 | 22:44

Continuando o post sobre alguns dos grandes campeões mundiais e exemplares de suas belas partidas, trazemos Vladimir Kramnik, um grande prodígio que chegou a coroa do mundo no ano 2000, ao vencer ninguém menos que seu antigo professor, Garry Kasparov. Na partida a seguir vemos a profunda noção de tática que Kramnik traz em uma defesa muito empregada por ele em sua carreira a aula de tática vem da variante Sveshnikov da defesa Siciliana. Essa partida foi jogada no ano de 1991 quando Kramnik tinha apenas 16 anos de idade, contra seu compatriota Michail Brodsky. Acompanhe em detalhes a genialidade do russo.

Brodsky,Michail x Kramnik,Vladimir [B33]



Um exemplo tático muito instrutivo, nos dá grande ideia do valor dinâmico das peças e da importância da atividade e de explorar as debilidades.

Parte da vida desse grande campeão

Vladimir B. Kramnik nasceu em 25 de junho de 1975, na cidade de Tuapse, Rússia. Aprendeu a jogar xadrez com 5 anos de idade, como treinador nos primeiros anos teve seu pai, Zeshkovsky. Logo cedo o jovem conseguiu o título de MI (mestre internacional) com apenas 11 anos de idade, e a conquista do primeiro grande torneio ocorreu em 1995.
No ano de 1992 foi apontado por Kasparov, então campeão mundial da época, como Kramnik sendo um possível aspirante a coroa de Campeão do Mundo. Nesse ano Kramnik representou seu país nas Olimpíadas de Manila e alcançou a surpreendente marca de 8,5 pontos em 9 possíveis, conquistando assim o título de Grande Mestre.
No ano de 2000, em Londres, Kramnik vence a Kasparov na disputa pelo título mundial e confirma as expectativas a seu respeito, desde antes a época da partida que comentamos.


No vídeo a seguir notem a facilidade que Kramnik vence a Karpov, um outro mito do xadrez


Saiba mais:
http://en.wikipedia.org/wiki/Vladimir_Kramnik
http://www.xadrezbatatais.com/2012/01/karpov-k-x-k-da-melhor-qualidade.html
http://www.xadrezbatatais.com/2012/01/kasparov-maquina-dos-tabuleiros.html
http://www.youtube.com/watch?v=DLb1ovNzYVk


©Conteúdo protegido por direitos autorais. Texto produzido pela equipe Xadrez Batatais. Imagens e informações coletadas a partir das fontes acima citadas. Todos os direitos reservados.
Plágio é crime. Se deseja reproduzir essa postagem em seu blog/site, por favor entre em contato antes através do e-mail contato@xadrezbatatais.com
Compartilhe este artigo :

+ comentários + 2 comentários

11 de janeiro de 2012 20:46

Brilhante partida! essa ainda nao tinha visto, e só completando um pouco li uma vez que kraminik só jogou na epoca a olimpadas em que fez 8,5 em 9 por insistencia de kasparov,o mesmo chegando a dizer que não jogava se kraminik não joga-se, pois na Russia havia muitos outros GMs para ocupar o 4 Tabuleiro que Kraminik na epoca IM foi medalha de ouro.

Se não me engano traduzi isso do livro de melhores partidas de Kraminik.

Nery

11 de janeiro de 2012 23:02

Neri, sempre com bons comentários, realmente, já li que o Kasparov recomendou que jogasse seu pupilo, mas não sabia da ameaça de não jogar, muito bom saber. E melhor ainda é ver o crédito que o número 1 deu a Kramnik e menos de 10 anos depois perde a coroa pra ele. Valeu Neri!

Postar um comentário