Home » » Xeques e Afogamento

Xeques e Afogamento

Postado Por Paulo Henrique de Faria em 14 de agosto de 2011 | 10:57

A mais forte de todas as jogadas do xadrez é o xeque. É o único movimento de peça que realmente força uma resposta do adversário sob pena de punição de tempo, de perda do ponto da partida ou advertência verbal. O xeque, em linhas gerais, pode ser entendido como ataque direto ao rei por parte das peças adversárias.


No exemplo acima temos uma posição de xeque no rei preto. O bispo das brancas se colocou em uma posição de ataque diagonal ao rei preto que deve ser defendido em seu próxima jogada. Quais as três maneiras de defender um xeque?
  1. Captura da peça atacante
  2. Bloqueio do ataque, o lado atacado coloca uma peça entre seu rei e a peça atacante
  3. Movimentar o rei para uma casa segura (não atacada por peças adversárias)
No exemplo citado as pretas podem se defender da forma 1 e 2, ou seja, capturando o bispo com seu peão de a6, ou bloqueando o ataque com seu cavalo indo a c6 e d7, com o bispo ou dama indo a d7 e com o peão indo a c6. Dentre todas a melhor escolha é a que ganha diretamente material, a captura do bispo. A pior escolha é bloquear com a dama, pois a troca bispo captura dama dá uma grande vantagem material para as brancas.

Bem, mas e se o jogador das pretas não percebesse o ataque a seu rei e fizesse um lance que não tirasse o rei do ataque. Isso é algo que ocorre muito entre iniciantes, mas caso ocorra em competições oficiais, jogando com relógio e árbitros qualificados, a postura do atleta deve ser:
  1. Deve conferir a posição e ver se foi lance impossível por desatenção, ou porque estava mesmo em mate.
  2. Chamar o árbitro e explicar que houve um lance impossível.
  3. O árbitro, se a competição for relâmpago (ritmo de jogo até 14 minutos), dará a vitória ao jogador de brancas. Se for partidas rápidas ou pensadas (ritmo de jogo de 15 minutos até 59 min e de 60 min em diante, respectivamente) marcará como lance impossível e se houver mais duas reincidências, o jogador que comete a infração perderá a partida.
Em alguns casos, o ataque ao rei pode ser chamado de xeque-mate, ou seja, um ataque no qual o lado mais fraco não pode se defender, essa forma de terminar a partida é o expoente do jogo e o objetivo de todos os jogadores.
Segue exemplo:

No exemplo uma das torres ataca o rei pela oitava fila e a outra tranca as fugas dele para as casas da sétima fila. Em suma, há uma ameaça contra o rei preto e este não tem como capturar a peça atacante, não pode bloquear o ataque colocando uma peça entre o rei e a torre e não pode movimentar seu rei para casas seguras. Assim o jogo termina!

Na prática entre os grandes jogadores são raros os casos de xeque-mate na partida, pois o jogador que está inferior no jogo, usa a tática do abandono de partida, ou seja, antes de terminar por receber o xeque-mate ele se rende, porque sabe que depois que um forte jogador obtêm vantagem, seja ela material (peças a mais), ou posicional (situação muitas vezes com xeque-mate iminente em poucos lances) o jogador do lado fraco cede o ponto da partida e assim termina o jogo.

Existem alguns termos para os tipos possíveis de dar xeque ou xeque-mate por exemplo:

Xeque descoberto

Nesse exemplo, o cavalo das brancas saiu da casa e4, ao sair, desbloqueou o movimento frontal da dama branca e essa partiu a atacar o rei preto. Se fosse em uma situação comum de xeque, cabia as pretas colocar uma peça na frente para bloquear o xeque da dama, capturar a dama ou mover o rei e a situação estaria resolvida, mas ao tirar o cavalo as brancas pensaram em atacar de uma forma poderosa, colocando o rei sob ataque pelas duas peças. Foi escolhida a casa f6 para alojar o cavalo branco propositalmente, assim dama e cavalo atacam o rei e esse não pode se defender, terminando a partida.

Xeque duplo
O xeque duplo é o ataque ao rei simultâneo ao ataque de outra peça, geralmente desprotegida ou de maior valor. O objetivo desse xeque é geralmente ganhar vantagem material, ou equilibrar material.


Assim nesse exemplo o cavalo ameaca o rei (xeque) e a torre. Capturando a torre as brancas tem vantagem decisiva para vencer.



Aqui as brancas atacam o rei e a dama pretas simultaneamente. Se o rei se move o bispo captura a dama e a partida empata por insuficiencia de material. Se a dama captura o bispo para defender seu rei, o rei branco recaptura e apenas com os reis no tabuleiro também empata. 

Xeque perpétuo
Esse xeque é uma arma para empatar a partida, principalmente em situações desfavoráveis. Como o próprio nome sugere é um xeque continuo, perpétuo, o que força os jogadores ao empate pelas 3 repetições de posição.


No exemplo o rei preto ficará andando para as casas laterais e a rainha branca também a fim de não deixar as pretas fazerem uso de sua vantagem material de duas torres, o que certamente faria uma vitória rápida, assim as brancas empatam a partida.

Afogamento
O afogamento, é a definição de empate por o lado não fraco não estar em xeque-mate (ataque sem defesa) e não ter condição de realizar lance. Lembrando que para estar em mata, primeiro deve estar em xeque. Se não há xeque e não há lance de rei ou qualquer outra peça para o lado fraco a partida se encerra.


No exemplo acima, se cabe ao branco o lance em qualquer lugar que mova a dama atacando o rei preto é xeque-mate. Se cabe ao preto mover seu rei, como não há casas onde ele se mova e não fique em xeque a partida está empatada e termina sem as pretas fazer lance. Se fazem lance, cometem lance impossível, e dependendo do ritmo do torneio podem até mesmo perder a partida. Nessa situação é bom chamar o árbitro e falar que houve afogamento.

Se houvesse um cavalo, bispo, ou peão na posição que pudessem ser movidos as pretas provavelmente as partida.

Mesmo com tantos peões em jogo ainda é afogamento, pois nem um deles pode ser movido.


©Conteúdo protegido por direitos autorais. Texto produzido pela equipe Xadrez Batatais. Todos os direitos reservados.
Plágio é crime. Se deseja reproduzir essa postagem em seu blog/site, por favor entre em contato antes através do e-mail contato@xadrezbatatais.com

Todos os exercícios e materiais didáticos estão disponíveis gratuitamente em nosso site. No entanto, para manter nosso site, bem como desenvolver tais materiais, utilizamos diversos recursos próprios e financeiros. Assim, se apreciar nossos materiais e quiser nos ajudar, aceitamos doações de qualquer quantia para continuarmos nosso trabalho e desenvolver ainda mais materiais.



Compartilhe este artigo :

Postar um comentário